Requisitos para obter a cidadania húngara

Cidadania simplificada

  • Ser filho, neto ou bisneto de húngaros, comprovado através de documentos originais dos seus parentes
  • Falar o idioma húngaro, pois será necessária uma entrevista com a Cônsul
  • Não possuir antecedentes criminais

145 Responses to Requisitos para obter a cidadania húngara

  1. Robert Kövér Jr says:

    Meus avós paternos e meu pai eram húngaros, hoje todos falecidos. Eu tirei a cidadania húngara em 1998 ( eu acho ) tirei passaporte que venceu em 2003, acabei não renovando e agora quero renovar. Eu não falo húngaro, será uma exigência falar para obter a renovação do passaporte ?

  2. Pedro Hermann says:

    Bom dia a todos!

    Em janeiro deste ano dei entrada com toda a documentação na cidadania simplificada. No consulado de São Paulo, fui informado que, a partir deste ponto, o processo demoraria até 18 meses para ser concluído. Gostaria de saber se existe, por experiência própria de outros amigos húngaros, uma ideia de tempo médio que se leva para finalizar o processo a partir da entrega de toda a documentação. Obrigado pelo tempo de vocês!

  3. natalia says:

    O pai da minha vó era Hungaro, ela possui os doc dele e ainda é viva, consigo tirar a dupla cidadania? nao falo o idioma. Att

    • colaborador says:

      Olá Natalia, o primeiro passo deve ser perguntar no Consulado Geral em São Paulo em qual processo voce se encaixa. Certamente voce poderá pleitear a cidadania húngara.

  4. Marina Marton says:

    Olá! Sempre ouvi da minha família que meu bisavô era húngaro, porém há poucos dias consegui a certidão de casamento dele (minha bisa era brasileira) e o atestado de óbito e nos dois documentos consta que ele nasceu na Romênia, na cidade de Baleavone, em 1905. Estou bastante confusa quanto a essa cidade, pois não encontro registro dela em nenhum local na internet, não consigo fazer buscas a cerca da história, me parece que ela não existe mais (?). Queria saber se tenho direito a cidadania europeia, e qual cidadania devo pleitear, meu bisavô se chamava Ludovic Marton e veio ao Brasil na decorrência da Segunda Guerra. E outra coisa, tenho acesso apenas ao atestado de óbito e casamento, me ajudaram em algumas informações (como origem, nome dos pais, data de nasc) mas será que vocês podem me auxiliar na busca da certidão de nascimento dele? se eu puder recorrer a cidadania, devo aprender a falar qual idioma? Estou com muitas dúvidas rsrs…. Obrigada!

    • colaborador says:

      Olá Marina, Sim seu bisavô certamente era húngaro e a cidade onde ele nasceu existe sim, é um simples erro de grafia na certidão brasileira.
      Voce precisa pleitear a cidadania húngara depois de aprender a língua, fale com o Consulado Geral em São Paulo. Se voce precisar uma via original da certidão de nascimento dele escreva para [email protected] e ajudaremos no que for possível.

  5. Fanny says:

    Boa noite,
    Meu avô, já falecido, natural da Hungria, obteve a naturalização brasileira em setembro de 1956. Eu possuo documentos dele emitidos no Brasil, como o Rg, a transcrição, óbito e casamento. Porém, não possuo a certidão de nascimento dele. Poderia me informar como é possível conseguir esta certidão e quem poderia me ajudar?
    Obrigada desde já,
    Fanny

  6. Stephanye says:

    Olá, meus avós nasceram na Hungria! Tenho primos que já tiraram a cidadania! Eu gostaria de saber quais os procedimentos! Se primeiramente meu pai precisa tirar e depois eu! E onde eu me informo sobre isso!

  7. Nádia says:

    Ola,
    Minha bisavó nasceu na Hungria e veio com 5 anos para o Brasil. Gostaria de saber se tenho direito à requerer a cidadania.
    Grata.

  8. Mayara says:

    Meu bisavô é da Hungria, natural de Budapeste. Eu tenho os documentos que comprovam o parentesco tudo certinho. Queria saber se eu realmente preciso falar húngaro para conseguir a cidadania?

    • colaborador says:

      Olá Mayara, depende de quando o seu bisavo saiu da Hungria e chegou ao Brasil. Consulte no Consulado Geral.

      • Hans Johann Herold says:

        ola, meu email é [email protected]
        sou neto de hungaro. tenho a certidão de nascimento dele. arrumei todos os documentos para meu sobrinho e ele ja arrumou a cidadania hungara, ele e o irmao dele. mas eles se escondem de mim pra não arrumarem nenhuma informação pra mim. fiquei sabendo atraves de um tio meu, mas eles fogem de mim. porem todos os docmentos sairam de minhas pastas de documnetos. quero saber como posso ter um ser humano que me oriente em como posso conseguir pois de família estou muito mal servido, pois são uns trairas e nao amáveis. ceder informaçoes sempre foi minha intençao, mas naõ foi recíproco a mim o trato. estou muito triste com isso. alguem ai me ajude me direcionando a um setor de informaçoes de como posso. os dois traíras sobrinhos estão indo fazer um curso na Hungria. belos sobrinhos esses.

  9. Ane Roberta Braz de Lacerda says:

    O avô do meu marido é da antiga Iugoslávia, ele faleceu faz alguns anos e não temos a certidão de óbito dele, nada que comprove. Eu queria se podemos tirar a dupla cidadania na Hungria ou em qualquer outro país que fazia parte da antiga Iugoslávia?

  10. Michelle Espinosa says:

    Bom dia, o Bisavô do meu marido é Hungaro, família Tapi, gostaria de saber se eu como esposa posso ir atrás da documentação, ou seria ele mesmo, vcs podem me indicar a documentação por favor, e se caso eu puder ir atrás, tenho que saber o idioma também, e tenho duas filhas, elas entram junto na cidadania? desculpe as perguntas, mas tenho grande interesse! obrigada!!!

  11. Alexandre Camargo says:

    Minha familia.

    Giuliano Gerin e Caterina Zonch. se casaram em 29-11-1873 em Villesse, província de GORIZIA, na região de Friuli-Venezia Giulia
    Chegaram ao Brasil em 31-12-1890, a bordo do vapor Adria, desembarcando no Rio de Janeiro, passando posteriormente para Santos, em 31-01-1891, a bordo do navio Vitória.
    O registro da Hospedaria do Rio de Janeiro informa que a família era composta de 6 filhos: e Antônio Gerin tinha idade de 8 anos;
    Radicaram – se em Ribeirão Preto/SP, de onde foram para Monte Azul Paulista/SP, daí para Barretos/SP e São José do Rio Preto/SP.
    Antonio Gerin. casou com Carolina Alves da Costa em 29 de março de 1.902 no religioso , e em 1.912 casou-se no civil em Monte Azul Paulista-SP.

    Ele nasceu em 13 de maio de 1.882 em Villesse-Italia, faleceu em 28 de dezembro de 1.956 em Cardoso,

    Tenho bisavô e tataravô, mas eram do territorio do Império Austro-Hungaro… cidadania Italina não há esse direito, gostaria de saber se há o direito de cidadania Hungara?

    • Alexandre Camargo says:

      pelas resposta duvidas e respostas de outras pessoas, já deu pra saber que não tenho o direito da cidadania hungara.. uma vez que a familia é da regiao da italia…

      Vou pesquisar mais, até agora não consegui ver um país que daria o direito a cidadania…

      • colaborador says:

        Sim Alexandre, infelizmente… voce está certo… pesquise um pouco mais.

      • João Carlos Gróf says:

        Se bem entendi vc é descendente de pessoas nascidas na região da Istria, certo? A parte da região que não ficou na Italia ficou na atual Eslovenia. Procure o consulado esloveno pois que conheci uma pessoa originaria de Gorizia que conseguiu sua cidadania eslovena. Espero ter ajudado.

  12. edson carlos kovacs says:

    boa tarde!
    sou filho de húngaro e já recebi minha cidadania, porém as leis mudaram e queria saber como dar continuidade do processo para receber passaporte hungaro.

    • colaborador says:

      Olá Edson, As leis mudaram em 2010 e ficou muito mais simples voce conseguir a cidadania húngara e o passaporte. Ligue no consulado geral e agende um horário para tirar o passaporte. Se voce já recebeu a sua cidadania entao nao será um problema levar o certificado de naturalizaçao ao consulado e também a certidao de nascimento (húngara). Boa sorte!

  13. Gilberto Zago says:

    Olá!!…
    Como descrito a cima!… ser filho, neto ou bisneto é um requisito para a cidadania… Sou tataraneto, e já me adiantaram que eu tenho direito a cidadania também…Como nos requisitos não é mencionado os tataranetos!…gostaria de saber se é necessário que minha mãe ( bisneta) tenha sua cidadania aprovada primeiro…antes que eu possa iniciar a minha!

    obrigado!

  14. Bruna Bátori says:

    Se eu tiver a dupla cidadania com a Hungria e quiser estudar em alguma faculdade em outro país da Europa por exemplo, seria possível? Eu teria esse direito?

  15. Juber Machado says:

    Os avós de minha esposa vieram do antigo reino dos Eslovenos e Croatas, antes Império Austro-húngaro, teria ela direito a requerer passaporte húngaro?

  16. Gabriel says:

    Boa noite, meu bisavô nasceu em 1910 na vila de Golenić, na Iugoslávia (atual Croácia). Sei que seus pais eram emigrantes vindos de Pécs, durante o Império Austro-Húngaro. Gostaria de saber se tenho direito a cidadania húngara.

  17. Nathalia Lorenc says:

    Olá, meu avô nasceu na Yugoslavia em 1925, na cidade de Backa (hoje Sérvia), haveria possibilidade de conseguir a cidadania húngara?

  18. KLEBER RICARDO DE ABREU says:

    Olá, minha bisavó nasceu numa região da Itália na época do Império austro húngaro. Gostaria de saber se possuo direito a cidadania. Obrigado.

  19. Gabriela says:

    Oi, boa tarde, meu bisavô é Hungaro, todavia, atualmente só tenho a certidão de óbito dele, que constam todas as informações de nascimento e etc, só com isso eu consigo pedir ?

  20. Felipe Duzzi says:

    Olá,
    Parabéns pelo site.
    Gostaria de saber se tenho direito a cidadania húngara. Minha bisavó chamava Maria Zachorcsok e meu bisavô Andres Kattarov, porém este, tem um passaporte da Romênia. Sei que ambos chegaram ao Brasil em 1924, pelo que indica no passaporte dele.
    Possuo o passaporte do bisavô – Andres Kattarov
    Carteira de trabalho da bisavó – Maria Zachorcsok
    Carteira de trabalho e certidão de casamento da Avó – Isabel Kattarov

    Acha que dria pra ir atrás da cidadania húngara após aprender o idioma intermediário??

    • colaborador says:

      Olá Felipe, Obrigado pelo comentário! Nao sabemos se vc tem direito a cidadania húngara pois ainda nao analisamos a sua documentaçao.
      Caso ela esteja em ordem, voce precisará aprender o idioma.

  21. Henrique Martins Godeny says:

    Szia!

    Estou começando o processo de cidadania simplificada, e sei que precisarei fazer a entrevista com o cônsul.
    Alguém aqui já fez, ou conhece alguém que fez esta entrevista? Eu gostaria de saber que tipo de pergunta é feita, quanto tempo durou a conversa, para tentar saber exatamente como foi a entrevista.
    Dessa forma vou poder direcionar melhor meus estudos do idioma húngaro.

    Köszönöm

    • colaborador says:

      Olá Henrique, todos os professores listados aqui no site estao super bem-treinados e sabem quais sao as perguntas mais frequentes. A entrevista nao é mais que uma conversa informal de 5 minutos, sem stress algum. O objetivo do consul é que voce PASSE, portanto somente voce mesmo pode estragar a entrevista. E mesmo que isso ocorra voce pode reagendar para 3 meses mais tarde.

  22. mariana says:

    olá,
    Poderiam me dar informações sobre a cidadania hungara para menores de 18 anos?
    Tenho a certidão do meu avô, porém não tenho a cidadania.
    Li em algum lugar que menores de 18 anos não precisam falar hungaro, ter a entrevista com o consul porém não sei se procede. Minha filha pode dar entrada na cidadania mesmo que eu não tenha ainda?
    Obrigada,
    Mariana

    • colaborador says:

      Olá Mariana,
      Menores de 18 anos só podem requerer a cidadania juntamente com os pais. O conhecimento da língua é obrigatório a partir dos 14 anos.

      • Priscila Rocha says:

        Olá Td bem? Minha filha tem apenas 07 anos e é bisneta de húngaro por parte de pai.A tia dela já está conseguindo toda a documentação necessária para dar entrada no processo da cidadania,mas eu tenho uma dúvida. Eu moro na Irlanda e gostaria de saber se daqui eu posso sozinha mexer com essa papelada? Ou se preciso esperar o pai dela dar entrada nos papéis dele primeiro?

        • colaborador says:

          Olá Priscila, Sua filha só poderá requerer a cidadania húngara “acoplada” ao processo do pai e até os 14 anos ela nao precisará aprender o idioma húngaro. Depois dos 14 ela deverá aprender a língua e com 18 ela poderá requerer sozinha, sem o pai.

  23. Karyne says:

    Olá,

    Minha bisavó nasceu na antiga Iuguslavia, natural de Horgos.
    Ela e meu bisavô chegaram ao Brasil em 1924.
    Tenho dúvida a respeito se tenho direito ou não de tirar a cidadania húngara.

  24. IGOR SEBEK says:

    Olá, meu Bisa avô chegou no Brasil em 1941 fugindo da guerra, possuimos todos os documentos dele como certidão de casamento, documento assinado por ele ao chegar no Brasil, RG, entre outros documentos da Hungria e do Brasil.

    A minha duvida é tenho direito a dupla cidadania?
    o domínio da linguá é obrigatório? Estou a dois anos procurando curso do idioma e não encontro.

    • colaborador says:

      Olá Igor, Sim, voce tem direito a cidadania húngara. Tudo indica que voce terá que aprender o idioma, sim — mas é melhor perguntar no consulado geral em Sao Paulo. Existem inúmeros cursos e professores em várias cidades do Brasil, verifique a lista nesse site mesmo!

  25. Olá,

    tenho a cidadania Húngara e, ano que vem, estou indo fazer um semestre da faculdade em Madrid.
    Você sabe se eu preciso do visto de estudante? Ou com a cidadania húngara não será necessário?

    obrigada!!

  26. Débora Mikola says:

    Bom dia!

    Tudo bem?
    O meu avô (já falecido) veio da Hungria quando era criança, mas não tenho noção da língua húngara.
    Tenho direito à cidadania?
    Quais os documentos devo levantar para dar entrada ao processo?
    Preciso ir à Hungria para finalizar o processo?
    O processo é demorado?

    Obrigada!

    Abs,

    Débora

    • colaborador says:

      Olá Débora, sim voce tem direito à cidadania húngara mas ainda nao sabemos se pelo método tradicional ou pelo simplificado. Voce nao precisa ir à Hungria, o consulado geral em Sao Paulo irá auxiliá-la. O processo costuma demorar de 1 a 2 anos.

  27. arielle bozoky says:

    olá, meu pai não foi casado no papel com a minha mãe, apenas viveram juntos, como faço pra comprovar?

    • colaborador says:

      O que voce quer comprovar?

    • arielle bozoky says:

      quero comprovar que sou neta de hungaro po parte do meu pai

      • Fabio Gaspar says:

        Olá

        Se o seu pai esta em sua documentação imagino que não seria necessário comprovar nada alem de que o seu avo é Hungaro. Caso não esteja imagino que antes é necessário regularizar esta situação para depois seguir com os próximos passos.

        Parabéns pelo site! Espero ter ajudado

        • colaborador says:

          Olá Fabio, obrigado pelo comentário. A Arielle precisa realmente comprovar que o avo dela era húngaro e também a linha completa: o casamento dos avós, o nascimento do pai já no Brasil, o casamento dos pais e o nascimento dela.

  28. Ana Paula Olah says:

    Bom dia…tenho uma super duvida. Será que poderão me ajudar?
    Meu avô veio para o BR com 4 anos e sua família em 1926.
    Todos dizem que somos descendentes de húngaro, mas na vdd ele nasceu em Micola na Romênia.
    Na época eles fugiram da guerra e foram para a Hungria.
    Então não sei como saber qual cidadania procurar.
    Alguns primos conseguiram o passaporte húngaro. E agora???
    Desde já obrigada.

    • colaborador says:

      Olah Ana Paula (desculpe o trocadilho)… é CLARO que todos voces tem direito a cidadania húngara, com esse sobrenome tipicamente húngaro voce ainda tem dúvidas!? Mikola fica atualmente na Romenia, a DOIS quilometros da fronteira com a Hungria, mas é uma regiao de etnia húngara. Os seus primos fizeram certo, voce precisa fazer a mesma coisa…

      • Ana Paula Olah says:

        Muito obrigada…. vou correr atrás.
        Agora o domínio da língua pra passar na entrevista vai ser complicado viu. Meu avô foi o único que não ensinou a língua aos filhos. Saiu de São Caetano e veio pra Taubaté. Quando íamas visitar a família só nós com cara de “ué”… que ódio rs.
        De repente falava da gente e não sabíamos rs

        Esse trocadilho é bemmmm comum rsrsrs

        Agradeço a atenção.

  29. Rodrigo Sabbá says:

    Boa tarde!
    Meu avô , bisavô e Bisavó sao húngaros , mas vieram para o Brasil a muito tempo.
    Por enquanto não tenho documentos que comprovem isso, mas tenho os nomes deles.
    Existe alguma forma de conseguir essa cidadania . Já sei que tem que falar a língua , isso damos um jeito .

    Aguardo seu retorno

    Rodrigo Sabbá

    • colaborador says:

      Olá Rodrigo, claro que podemos ajudar! Se voces estao dispostos a aprender a língua, o resto é muito simples, por isso que o processo é chamado de “simplificado”… Por favor escreva para [email protected] e ajudaremos com os documentos comprobatórios.

  30. Robert Orban says:

    Olá, meu avô nasceu em Banatsko Novo Selo na região de Vojvodina em 1922 e emigrou para o Brasil chegando por aqui em 1925.

    Minha pergunta basicamente é: Caso considerasse aplicar para a Cidadania Húngara seria considerado o cenário de Naturalização Simplificada? Não temos os documentos de nascimento dele e os que foram emitidos aqui no Brasil (Carteira de Identidade de Estrangeiro, por exemplo) referem-se a Iugoslávia.

    Agradeço desde já.
    Robert Orban

    • colaborador says:

      Olá Robert, sim, certamente o seu processo seria o “simplificado”, onde o conhecimento do idioma é um pré-requisito. Poderemos ajudar com a documentaçao, por favor nos escreva: [email protected] Nao há problema algum que os documentos brasileiros dizem Iugoslávia.

  31. ARIELLE BOZOKY says:

    OLÁ MEU AVÔ É DA ANTIGA IUGOSLÁVIA, QUERO TIRAR MINHA CIDADANIA, MAS NÃO SEI FALAR A LÍNGUA, É OBRIGATÓRIO PARA FAZER A ENTREVISTA?

  32. Sandro MacMartin says:

    Saudações !

    Sou brasileiro e servi na Legião Estrangeira Francesa lá convivi com amigos húngaros e aprendi a língua , sou fluente. Casei já fazem 10 anos com uma neta de húngaros , porem minha esposa não sabe a língua, no caso da entrevista ela é obrigatoriamente feita pelo requerente ? Ou a entrevista pode ser com os dois? Eu poderia ser entrevistado ou é obrigatório que os dois saibam a língua? Desde já agradeço a atenção.

    Cordialmente Sandro MacMartin

  33. Camila Brevak says:

    Oi, meu pai é hungaro (natural) como faço pra tirar cidadania logo?

  34. Eric Farkas says:

    Boa tarde, Gostaria de saber o que diferencia se eu conseguirei requisitar a cidadania simplificada da tradicional? Sou bisneto de húngaros já enviei os documentos para analise para o consulado mais ainda permanece a dúvida referente a diferença entre as duas formas de conseguir a cidadania..O que preciso para conseguir a cidadania tradicional.
    Obrigado desde já.

  35. Thiago Oliveira says:

    Boa noite minha Vó e filha de Húngaro, gostaria de saber se tenho direito de obterá cidadania Hungara. Se tiver direito como faço ? Meu marido e meu filho tem direito ? Att Luciana

  36. Leandro Danyr says:

    Olá a todos que visitam esse site, faço parte de um grupo no WhatsApp onde o intuito é a troca de informações sobre o processo para a obtenção da cidadania Húngara, quem estiver interesse é só enviar uma mensagem no Whats solicitando a entrada no grupo.

    Att Danyr.

    Número–>14 996035837

  37. colaborador says:

    Recomendamos perguntar no Consulado Geral.

  38. Rafael says:

    Olá, boa tarde.

    Meu bisavô chegou ao Brasil em 1941 e em seu cartão de registro de estrangeiro consta sua nacionalidade Yugolasva. Não possuo sua certidão de nascimento e desconheço o local de seu nascimento na antiga Yugoslavia, hoje Sérvia. Gostaria de saber se tenho chances de adquirir cidadania húngara e se vocês poderiam me auxiliar.indicando algum despachante para localizar a certidão de nascimento do meu bisavô?

    Muito obrigado.

    Rafael

  39. Milena says:

    Olá, gostaria de saber quais são os documentos necessários para obter a dupla cidadania, minha avó paterna nasceu em Budapeste. E, no meu caso, eu não vou morar na Hungria, só preciso mesmo da dupla nacionalidade, tenho que saber o idioma mesmo assim?

    Grata pela atenção, Milena

    • colaborador says:

      Olá Milena, Depende de quando a sua avó saiu da Hungria, onde/quando se casou e se ela perdeu a cidadania húngara nesses últimos anos. Recomendo voce entrar em contato com o Consulado Geral de Sao Paulo e pedir mais informacoes. Caso sua avó tenha se casado depois de 1957 é muito provável que voce nao precise aprender o idioma.

    • colaborador says:

      Olá Milena, depende do processo no qual voce se enquadra (tradicional ou siplificado). Escreva para [email protected] e ajudaremos.

  40. cleo says:

    Sou neta de hungaro conseguir a certidao dele de nascimento, e ja tenho outras certidoes queria saber quanto custa a traduçao juramentada,e se vou precisar aprender o idioma?

    • colaborador says:

      Olá Cleo, voce nao precisará de traducoes juramentadas para o processo, veja a lista de tradutores no site. Quanto ao seu pedido de cidadania, depende de quando o seu avo saiu da Hungria e se ele perdeu a cidadania húngara ou nao. Telefone ao Consulado Geral de Sao Paulo e peca mais informacoes!

  41. RODRIGO BELKO says:

    estou aprendendo o idioma mas confesso que n sei se estou pronto alguém ai pra me ajudar sobre a entrevista? agradeço dês de já obrigado !

    • colaborador says:

      Olá Rodrigo, acho que a pessoa mais habilitida para dizer se voce está pronto ou nao para a entrevista é a sua professora de húngaro.

    • beatriz says:

      olá Rodrigo vc fez a entrevista já? confesso que fiz e fiquei decepcionada. Meu pai faleceu há 9 meses e deixou sua cidadania tirada em 2015, comecei a estudar húngaro, 6 meses praticamente, no dia da entrevista eles nem leram minha redação e fizeram perguntas, respondi algumas com dificuldades. Tinham 2 diplomatas e uma secretária sentados na minha frente, achei absurdo tudo aquilo para perguntas básicas e dizerem que eu estava indo bem, mas que infelizmente eu precisaria estudar um pouco mais. Alegam que alguém vai ligar da hungria para verificar meu húngaro, ninguém ligou para meu pai, nem minha tia e nem amiga … a consulesa anterior era bem mais compreensiva, acredito que eu tbem não sou uma ameaça para imigração, me desanimei completamente de ter a cidadania. Não quero desanima lo, mas é bom estudar bastante porque os daqui de são paulo são arrogantes e ainda acho que é meu direito ter saído de lá com o aceite deles, eles sabem o quanto precisaríamos estudar para conseguir falar húngaro.

  42. Lucas de Mattos Ribeiro says:

    Boa tarde,

    meus bisavós nasceram na Hungria e vieram para o Brasil em 1899, minha avó paterna então nasceu aqui, em 1918, mas sempre viveu muito da cultura Hungara e falava algumas coisas do idioma… Meu pai faleceu em 1999 e minha avó em 2013. Tenho a certidão de nascimento dela e do meu pai, mas não tenho a dos meus bisavós. Seria possível solicitar minha cidadania? Se sim, seria pelo método simplificado? Tenho medo de não conseguir aprender plenamente o idioma…

    Desde já, obrigado

  43. Jacob Melo says:

    Olá!!

    Gostaria de uma confirmação: só descendentes de húngaros podem requerer cidadania ou visto permanente para morar no país. Tenho uma família, esposa e três filhos e queria muito mudar de país. Estou pesquisando muito e gostei por demais das condições da Hungria. Eu não tenho nenhum parentesco com a Europa, sou Brasileiro da gema. kkk. Então existe outro meio de se conseguir essa cidadania ou visto permanente?

  44. ANDRE GUSTAVO says:

    Olá
    Sou bisneto de hungaro. Pelo que entendi tenho direito a requerer a cidadania. Porém, sou casado e tenho três filho, como fica a situação deles? terão direito também casa desejemos e morar lá?

  45. Douglas Almeida says:

    Bom dia, Meu nome é Douglas, Gostaria de saber se tenho alguma chance de conseguir dupla nacionalidade húngara, pois minha Tataravó era húngara (Mãe da mãe da Mãe do meu pai), á alguma chance ?

  46. Maggie Schösser Schoft says:

    Parabéns por esse site! Aqui encontrei todas as informações que precisava como documentos, onde aprender húngaro, contato dos tradutores etc.
    Entreguei os documentos e fiz a entrevista em março de 2014 e no dia 24 de agosto de 2014 eu recebi a cidadania húngara numa cerimônia linda onde fiquei muito emocionada.
    A todos os que querem a cidadania, só posso dizer que o processo não é tão complicado como parece e aprender a língua não é a parte mais difícil e sim a parte mais gostosa e interessante do processo! No fim valeu a pena!!!!

  47. Roberto Smuk says:

    olá, boa tarde;

    filho de húngaros, mãe já falecida aqui no Brasil e gostaria de obter a cidadania Húngara, terra Natal e sempre muito bem lembrada com todo carinho pela minha mãe, ERZSEBET.
    O desejo de concretizar este projeto é de foro pessoal/familiar e principalmente, em respeito à memória daquele que me dedicou muito amor e proteção enquanto viveu entre nós.
    Entretanto, apesar de ter parentes de primeiro grau, infelizmente esbarro no idioma, pois, sinceramente, não tenho conhecimento…
    Pelas razões expostas, é importante saber se me recomendam inciar o processo de obtenção da cidadania almejada ou, pela carência linquistica, devo desistir…
    agradeço que seja levado em consideração a exposição de motivos e antecipo estar à disposição para outros esclarecimentos….

    muito obrigado

    Roberto Smuk

    • Colaborador says:

      Olá Roberto, voce precisa perguntar no consulado geral se voce se encaixa no simplificado ou no tradicional. Se for no tradicional voce nao precisará falar o idioma…

  48. Karina says:

    Prezados, bom dia.

    Por favor, preciso de informações acerca de como tirar dupla cidadania Européia, uma vez que sou neta de avó Húngara .
    Importa ressaltar, que minha avó ainda é viva .
    Existe algum escritório que me auxilie com esta questão?

    Grata e no aguardo de breves considerações.

    Atenciosamente

  49. Marcio Juliasz says:

    Helton, parabéns pelo site!
    Meu avô Pavel Juhasz , nasceu em Tipar (1905)
    Minha avó Maria Stadler , nasceu em Arad (1907)
    Por erro de caligrafia, alguns tiveram o sobrenome alterado de JUHASZ para JULIASZ, como é o meu caso. Apesar disso, tenho como comprovar a linhagem através de certidões.
    Você acha que terei algum problema para adquirir a cidadania Húngara.
    Obs.: pretendo iniciar o aprendizado da língua com a Sra.Edit

  50. Valéria Schneidr says:

    Boa tarde, meu avô é Húngaro. Sou casada e tenho um filho de 8 anos. A nacionalidade pode se estender a eles?

  51. Zsia! Saudações!

    Parabéns pelo site, muito bem estruturado! Sei que já fizeram inúmeras perguntas como essa, porém preciso de um esclarecimento a mais: Meu bisavô era Húngaro e meu avô nasceu no lado romeno (transilvânia), entretanto mantenho o sobrenome (característico) húngaro, não disponho de documento algum deles, todos foram destruídos. Como posso conseguir dar sequência em um pedido de cidadania? O idioma é o de menos, tenho um curso de húngaro que comprei em Budapeste e aprendo rápido, fora primos que falam húngaro fluente e me ajudam. Abraços! e köszönöm!

  52. Cristiana says:

    Boa tarde, queria saber se uma pessoa que casa com alguém que já possui a cidadania húngara tem direito a adquirir também tal cidadania. Além disso, os filhos desta pessoa (anteriores ao casamento) também terão direito a cidadania?

    Agradeço a atenção.

  53. elizabete pinter says:

    Olá. Meu marido e meus filhos já possuem a cidadania húngara, estou estudando húngaro para obter a cidadania faz 2 meses. Gostaria de saber quantas perguntas são feitas na entrevista, quanto relatar sobre minha pessoa. Estou estudando muita coisa, mas que talvez não seja necessário.pelo menos para a entrevista, como cores, números, números ordinais, dias da semana, plural, pronome possessivo. etc..Após a entrevista acho que continuarei no aprendizado, porque meu marido e minha sogra falam o idioma, mas atualmente preciso informações para a entrevista.

  54. Peter Timko Neto says:

    Oi.
    Sou neto de húngaro, só que meu pai veio morar no Brasil e se naturalizou brasileiro.
    Será que ainda posso conseguir a cidadania húngara?

  55. Thiago Charão says:

    Olá,

    Estou bastante empolgado com a possibilidade, consegui os documentos da minha bisavó, no entanto tenho algumas dúvidas.
    1 – Não falo Húngaro, mas quero começar o quanto antes, sei que para a entrevista eu preciso falar alguma coisa com a Consul. Sendo assim o que é melhor? dar entrada no processo agora e aprender Húngaro durante o processo ou aprender antes e depois abrir o processo?
    2 – Moro com minha mulher, ela também entra no processo se estivermos casados oficialmente?

    Atenciosamente,

    Thiago Charão

  56. Arpad Oliveira Zoltay says:

    Estou indo para a hungria, vou estudar a língua lá. Sendo eu, brasileiro, neto de húngaro, consigo requerer a minha cidadania lá na hungria, ou eu teria que voltar ao brasil e solicitar aqui?

  57. Álvaro says:

    Boa tarde,

    Meu bisavô nasceu na Hungria, mas a cidade que minha avó nasceu, sofreu ocupação e se tornou Yugoslavia, hoje Sérvia, e nesse caso?

    Grato,

    Álvaro

  58. Melyna Domene says:

    Bom dia,

    Sou bisneta de Hungáro. No caso, meu avô Hungaro e minha avó Iuguslava.
    No caso, quais documentos necessito para iniciar o processo?

    Eles vieram para o Brasil por volta de 1920. Sendo assim, eu e minha familia, temos o direito a Cidadania?

    Fico no aguardo e desde já agradeço a atenção e também parabenizo aos desenvolvedores do site, no qual colocam várias informações sobre os procedimentos.

    Att

    Melyna

  59. Americo Gosztonyi says:

    Sou neto de hungaro, tendo todos os documentos de meu avo, gostaria de saber se posso ter cidadania hungara, e se e obrigatorio saber falar a lingua hungara para adiquiri-la?

  60. Carolina Marchiano Rinaldi says:

    Eu sou bisneta de húngaros, porém eles vieram para o Brasil durante a segunda guerra mundial e para não terem problemas durante a imigração, vieram com documento de imigrante das Romênia, mas as certidões de nascimento são húngaras. Há algum problema?

    Minha outra dúvida é: não falo nada de húngaro. Eu falo inglês e espanhol fluentes. A entrevista não poderá ser feita em um desses idiomas?

    Obrigada!

  61. Vera says:

    O maior problema para obter a cidadania húngara, no meu caso, é o idioma. Sei apenas algumas palavras que aprendi ouvindo meus avós conversarem com a minha mãe. Como eles já faleceram ela não tem mais com quem falar. Agora eu preciso de noções básicas para obter a cidadania. Eu moro em Porto Alegre então professores fora daqui estão fora de questão. No consulado me disseram que poderia fazer aulas pelo skype. É verdade? Com quem posso contatar sobre isso? Obrigada.

  62. Cesar Augusto Ribeiro says:

    Boa tarde.
    Possuo vários documentos originais exigidos pelo site, fotos e livros, foram trazidos pela minha bisavó em 1924, os documentos que faltarem será que eu consigo encontrar na Hungria?
    Quanto ao idioma eu não falo húngaro, mas com a cidadania eu gostaria de ir para Budapeste estudar.
    O nome da minha bisavó é Erzsébet Szilágyi.
    Aguardo retorno.
    Cesar Augusto Ribeiro

  63. Olívia says:

    Desculpem.
    Cópias autenticadas foi o que quis dizer.

    Obrigada

  64. Olívia says:

    Agradeço aos responsáveis por este site tão útil a nos descendestes.
    Sou bisneta de húngaros e infelizmente meus bisavós já são falecidos neste caso as certidões de óbito também são válidas como comprovantes de origem?

    Os documentos só podem ser originais ou cópias autenticas também seriam aceitas?

    Obrigada!

  65. Graciela Cardoso Siklosi says:

    Meu filho é filho de hungaro nato. Eu e meu marido nos casamos na Hungria. Ele tem 1 ano e 3 meses. Já dei entrada no processo na Embaixada da Hungria apresentado todos os documentos solicitados, inclusive a certidao de nascimento hungara do meu marido. Mesmo preenchendo todos os requisitos, ainda há possiblidade do meu filho nao receber a cidadania. Mesmo ainda sendo um bebe, ele precisara passar pela cerimonia de entrega da cidadania?

  66. Alexandra Molnar Niero says:

    Ola, gostaria de saber se á uma idade exata para tirar cidadania Hungara. Obrigada desde entao.

  67. Rodrigo Magnaboschi says:

    Olá. Meu bisavô nasceu em Budapeste, em 1890, quando essa cidade era parte do Império Áustria-Hungria. Nesse caso eu tenho direito à cidadania Húngara? Outra dúvida, eu sou casado no Brasil, minha esposa também pode requerer a cidadania? Obrigado.

  68. Juliana Mayernyik says:

    Alguma recomendação de advogado especializado em cidadania em São Paulo?
    Não sei por onde começar porque não tenho os documentos.

    Obrigada

    • admin says:

      Juliana, o ideal é verificar se consegue algum documento húngaro dos seus parentes. Se não tem nada aqui, fale com uma empresa lá na hungria que faça esse trabalho de pesquisa nos arquivos do governo.

      Nesta página http://www.cidadaniahungara.com.br/informacoes-uteis/ tem algumas empresas que podem te ajudar. A Galut já foi usada e recomendada por algumas pessoas.

      Depois disso poderá iniciar o processo, mas se ainda não sabe o idioma, indico que já comece o curso, assim adianta uma etapa.

      Foi aberto o consulado da Hungria em São Paulo e pode entrar em contato com eles para mais informações: (11) 3736-8162.

      Boa sorte

      Helton Falusi

  69. Pedro Hegedus says:

    nossa.. nao sabia que falar hungaro fluente é requisito ! Eu quero tirar a cidadania exatamente para mudar para lá.. aprender o idioma.. etc.. Vou ver se vou com a minha avó, que fala hungaro.. e tentar dar uma ajudada.. meu primo fez isso e conseguiu .. pois eu falo pouquissimo hungaro ! Existe alguma informaçao de pessoas ‘barradas’ por nao falarem hungaro?

    • admin says:

      Pedro, não necessita falar fluentemente, precisa ter um conhecimento mínimo do idioma e fará uma entrevista com a cônsul para saber se tem o nível ideal.

      Se não souber falar nada, vão te barrar.

      Obrigado,

      Helton Falusi

  70. Caio Garbin Juhasz says:

    Olá, Parabéns pelo site. Tenho 16 anos e duas duvidas. Tenho que completar 18 anos parta tentar obter a cidadania? e preciso ir ate o consulado em Brasília?
    Agradeço desde já.

  71. Tiago Cocas Lopes says:

    Ola , primeiramente gostaria de parabeniza-los pelo site a respeito da nova cidadania hungara , muito bem elaborado e dinamico. Meu avo era hungaro e acredito que se enquadro nas condicoes necessarias para se obter a cidadania, alem de possuir os documentos originais trazidos por ele da Hungria. Ja comecei o estudo do idioma e fiz inclusive uma visita a Budapeste. Minha duvida e a respeito da entrevista que sera realizada em hungaro. O quanto preciso estudar para realizar tal teste ? Qual e o nivel de fluencia exigido ? Desde ja agradeco a colaboracao.

    Tiago

    • admin says:

      Tiago deverá conseguir falar sobre você e responder questões feitas em húngaro. Não existe um roteiro.

      Boa sorte com o idioma e obrigado pelos elogios. Este site foi feito para nós, que buscamos nossas raízes e tradições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *